São aprovadas duas novas residências para o HU-UEPG

Compartilhe

A Comissão Nacional de Residências em Saúde do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação aprovou duas novas residências para o Hospital Universitário da UEPG nas áreas de concentração “Saúde Mental” e “Epidemiologia e Controle de Infecções”. A primeira é destinada a diferentes categorias profissionais, como psicologia, serviço social e enfermagem e a segunda, de caráter uniprofissional, é voltada para enfermagem.

A professora da UEPG Lara Simone Messias Floriano explica que a Residência Multiprofissional em Saúde Mental se constitui em uma das etapas de aperfeiçoamento profissional, com duração de dois anos na instituição e nos serviços de saúde vinculados ao SUS. “O programa pretende construir a partir de uma prática diferenciada, novas possibilidades do profissional vivenciar a atuação nos serviços de saúde, considerando uma visão mais integradora e articulada dos usuários do SUS e de suas necessidades de saúde mental”.

A docente Pollyanna Kassia de Oliveira Borges conta que a Epidemiologia é uma ciência que fundamenta o trabalho racional de todo profissional da saúde. “É por meio da epidemiologia que monitoramos e acompanhamos a quantidade, onde e em quem se manifestam as doenças e eventos mais importantes para a saúde de todos. Essa ciência epidemiológica anda em parceria direta com o controle das infecções, tanto as relacionadas à assistência à saúde, quanto as que vêm da comunidade”.

O reitor da UEPG, Miguel Sanches Neto, enfatiza a importância dos serviços prestados pela universidade e hospital para a comunidade de Ponta Grossa e região. “Através das residências, o Hospital Universitário cumpre plenamente o seu papel de formação, qualificando profissionais da área da saúde, impactando na qualidade de vida de toda a comunidade”, diz Sanches.

Para o vice-reitor da UEPG, Everson Augusto Krum, “as residências ‘Saúde Mental’ e ‘Epidemiologia e Controle de Infecções’ confirmam a característica inovadora e de vanguarda do Hospital e da UEPG. A aprovação certamente é devida ao ótimo projeto, à infraestrutura do Hospital, recursos humanos de profissionais, professores e preceptores e ao apoio fundamental da Direção e da Reitoria”, afirma.

A diretora geral do Hospital Universitário, Luciane Andreani Cabral, ressalta a importância do programa. “Vemos com grande orgulho e satisfação a aprovação de novas residências multi é uniprofissionais. Agora, serão 9 programas, nas mais diversas áreas profissionais. Nos últimos anos, pudemos observar um grande ganho de qualidade no atendimento aos pacientes e por outro lado, os residentes têm uma oportunidade de aprendizado inigualável. Como diretora geral, é gratificante observar a troca de experiências entre alunos de graduação, residentes, professores, preceptores e profissionais do hospital”.

A docente Pollyanna conta que a residência em Epidemiologia e Controle de infecção é inédita na região e atende uma lacuna na formação. “O HU/UEPG sai na frente unindo duas áreas importantíssimas para o ambiente hospitalar e estará preparando profissionais com mais de 5600 horas nos mais variados pontos de atenção dos serviços de saúde para diagnosticar doenças e agravos frequentes”.

“Com a parceria que o HU fez com a terceira regional e com a fundação municipal de saúde, o residente terá a oportunidade de fazer o raciocínio clínico-epidemiológico a partir do conhecimento de toda cadeia de eventos que se sucede com o paciente até a chegada dele ao hospital e depois que este sai de lá também. O programa visa tornar o profissional apto a trabalhar tanto no atendimento clínico quanto na gestão dos serviços de epidemiologia e controle de infecções”, explica a docente.

Segundo a professora Lara, “a Residência Multiprofissional em Saúde Mental é a pioneira da região dos Campos Gerais e, além de ser uma oportunidade para o aprimoramento técnico científico, permite que a própria sociedade tenha uma assistência cada vez mais qualificada, com profissionais aptos a responder tal demanda em todas as esferas de atenção psicossocial”, reforça.

Sobre o Programa

O Hospital Universitário lançou no ano passado os editais dos Programas de Residência Multiprofissional e Uniprofissional em Saúde. Ao todo, foram ofertadas 73 vagas em diversas áreas, dentre elas enfermagem, farmácia, fisioterapia, odontologia e psicologia. Mais de 500 candidatos se inscreveram para participar do programa que terá duração de 2 anos, com jornada de 60 horas semanais.

Texto: Vanessa Hrenechen / Foto: Aline Jasper


Compartilhe
Skip to content