Projeto “Saúde da Mulher” doa equipamentos para HU-UEPG

Nesta semana, a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) receberá um aparelho raio-x digital de alta tecnologia, ideal para utilização em enfermarias ou em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), e também dez camas hospitalares elétricas. Os equipamentos, que devem ser recebidos pelo Hospital Universitário até sexta (17), no valor de R$ 340 mil, são doação do projeto “Saúde da Mulher”.

A ideia do coordenador do projeto, José Eli Salamacha, integrante do Rotary Clube Ponta Grossa Lagoa Dourada, surgiu devido à urgência causada pela pandemia de Covid-19. “A proposta foi amplamente apoiada pelos companheiros de clube e pelo demais parceiros do projeto”, explica Maurício Antunes, presidente do Rotary Lagoa Dourada.

A partir da necessidade de agir rápido neste momento de pandemia, os integrantes do projeto ‘Saúde da Mulher’ – Rotary Clube Ponta Grossa Lagoa Dourada, Rotary Internacional, Rotary Club Puerto Iguazu (Argentina), Justiça Federal, HU-UEPG, Ministério Público Federal, Distrito 4730 (Gov. Jorge H. Agudelo), Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, Ministério Público do Trabalho, e Secretaria de Saúde do Paraná (Regional PG) – decidiram fazer o remanejamento da verba remanescente no projeto para os novos equipamentos.

O projeto, que já realizou mais de 2 mil consultas e mais de 500 cirurgias, agora destina o restante da verba para contribuir com a saúde pública de Ponta Grossa no período de pandemia. “As dificuldades que os hospitais públicos estão tendo no combate do vírus sensibilizaram os parceiros, permitindo que os recursos remanescentes do projeto ‘Saúde da Mulher’ fossem destinados para essa nova necessidade urgente’’, comenta José Eli Salamacha.

Com o surto de coronavírus e a rápida proliferação do vírus, bem como com a falta de condições suficientes no sistema de saúde, os organizadores e desenvolvedores do projeto ‘Saúde da Mulher’ executaram a rápida ação para ajudar na causa. ‘’Com essas doações, o Hospital Universitário não só estará melhor equipado para o enfrentamento imediato da Covid-19, como também para oferecer mais qualidade e estrutura nos atendimentos futuros’’, conclui Maurício.

Texto: Adaptado a partir de informações da assessoria do Rotary Clube Ponta Grossa Lagoa Dourada

Foto: Aline Jasper