Professor da UEPG inicia pesquisa internacional na Alemanha

O professor André Luis Moreira de Carvalho e a aluna Amanda Catarina Brandes, do Departamento de Engenharia de Materiais da UEPG, juntamente com a professora Juliana de Paula Martins da UTFPR, participaram de uma visita técnica no Instituto HZG (Helmholtz-Zentrum Geesthacht, HZG, Centre for Materials and Coastal Research), localizado na cidade de Geesthacht, no norte da Alemanha, no período de 14 a 21 de fevereiro. Na ocasião, se encontraram com o diretor Benjamin Klusemann e o engenheiro Arne Rooss, do Departamento de Processo de União do Estado Sólido.

Dentre os dias da visita, o professor André Luis apresentou a UEPG e seu projeto de pesquisa, juntamente com a apresentação do diretor Benjamin Klusemann sobre como funcionavam as atividades de pesquisa realizadas na HZG pelo departamento de Processo de União no Estado Sólido. Os professores e a aluna conheceram a infraestrutura do  processo de soldagem no estado sólido. Foi apresentado e discutido o projeto “Friction Surfacing for Damage Tolerance Improvement in Aircraft Structures”, realizado em parceria com o Instituto, a UEPG e Embraer, no qual o professor André é o coordenador.

Após três dias de discussões sobre o projeto, foram realizados os primeiros testes da pesquisa usando uma máquina de deposição por atrito. Nessa primeira etapa, a pesquisa buscou encontrar os parâmetros de processamento por atrito, por meio da tecnologia Friction Surfacing. O ideal é que essa tecnologia possa ser aplicada no processo de fabricação de componentes estruturais de aeronaves e que sejam resistentes ao desgaste, à corrosão e, principalmente, como o uso de bloqueadores à propagação de trinca por fadiga na fuselagem.

O projeto é a continuidade da pesquisa “Desenvolvimento da Tecnologia de Processamento por Atrito –Friction Surfacing”, realizada pelo professor André, e faz parte do Consórcio de Pesquisa em Processamento por Atrito (C2PA), uma parceria entre Empresas, Universidades e Instituições de Apoio com o objetivo de promover o desenvolvimento da tecnologia em fase pré-competitiva.

 

 

 

Texto: Gabriella de Barros  Revisão: Vanessa Hrenechen