Estudantes recebem notebooks para ensino remoto

Na segunda-feira (20), a Universidade Estadual de Ponta Grossa inicia o ensino remoto. Para que estudantes tenham acesso facilitado às aulas e conteúdo, a Pró-reitoria de Assuntos Estudantis entrega amanhã (17) a primeira remessa de notebooks para acadêmicos que solicitaram os equipamentos.

A estudante de Enfermagem fala sobre a importância da iniciativa da UEPG ao ceder o computador para que ela consiga acompanhar a rotina de estudos a distância e defender seu trabalho de conclusão de curso. “O notebook vai me ajudar muito porque tenho que apresentar o TCC daqui algum tempo e pelo celular não é possível. Infelizmente, não teria condições de ter um computador no momento”.

“Eu não teria condições de estudar sem o equipamento e com ele terei mais contato com o curso”, afirma Guilherme Britos, acadêmico de Física. O estudante explica que, com o notebook, terá “melhor aproveitamento das disciplinas”. Ele complementa: “poderei visualizar os gráficos que os professores utilizam, que são muitos. O computador também me auxiliará na discussão com meus colegas sobre os conteúdos”.

Joelma e Guilherme, além de outros 16 estudantes, vão retirar os computadores, que serão entregues a partir das 9h30, no bloco da reitoria, no Campus Uvaranas. De acordo com edital de convocação da Prae, as entregas serão individuais, com horário marcado, de 15 em 15 minutos, nas salas 30 a 43. Devido à pandemia, a Prae solicitou aos acadêmicos que usem máscara, respeitem a escala para resguardar o distanciamento social e evitem aglomerações. 

Desde que foi aprovado por ampla maioria do Conselho Universitário o retorno das atividades remotas, para que alunos e professores pudessem cumprir o calendário do ano letivo de 2020, a instituição se organizou para oferecer equipamentos aos estudantes. “A Universidade providenciou laptops e computadores desktop em salas dentro dos campi, os quais poderão ser utilizados dentro de um protocolo de segurança”, diz. 

O reitor lembra que a UEPG vai fornecer celulares com pacote de dados para quem não tem acesso à internet. “Este projeto foi viabilizado com recursos próprios e com parceria da Receita Federal, que doou os telefones. É a Universidade Estadual de Ponta Grossa fazendo a sua parte nesse momento de pandemia”, reitera.

Diagnóstico de acesso

De acordo com a professora Ione da Silva Jovino, Pró-reitora de Assuntos Estudantis,  os alunos que receberão os equipamentos foram cadastrados a partir de um  questionário-diagnóstico com 22 questões de perfil socioeconômico e de gênero. “Agora, estamos nas etapas de atendimento, com escalas, seguindo o critério de necessidade, e entregando os primeiros notebooks nesta sexta-feira. Vamos seguir com novas etapas de entrega até atingir todos e todas que têm alguma necessidade”. Jovino complementa que “outro aspecto importante dessa ação é a articulação de diferentes órgãos para apresentar soluções que busquem minimizar os problemas e mostrar soluções práticas.”

A pesquisa realizada pela Prae apontou que cerca de 190 dos estudantes precisam de alguma ajuda: créditos para internet; empréstimo de notebooks; tablets, celulares ou acesso a laboratórios de informática da UEPG. 

Estrutura da UEPG

Para o início das atividades remotas, a Universidade Estadual de Ponta Grossa reforçou a infraestrutura de tecnologia da informação para oferecer condições de acesso ao ensino remoto para os estudantes. Além da estrutura já existente nos campi e polos de educação a distância, a instituição conta com 188 notebooks e 300 aparelhos de celular com pacote de dados 4G. A instituição investiu R$ 186 mil na compra de 38 novos notebooks. A UEPG dispõe de computadores no Campus de Uvaranas, Proex, Museu, Núcleo de Prática Jurídica, Teatro Pax, Fazenda Escola, Fundação UEPG, Crutac e Campus Centro.

Texto Luciane Navarro.   Colaboração: Julio Cesar Prado     Fotos: Arquivo pessoal