Lama-UEPG e Casa Familiar Rural de São Mateus do Sul realizam atividades de educação ambiental

O Laboratório de Mecanização Agrícola da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Lama/UEPG) em parceria com a Casa Familiar Rural, desenvolveu atividades de educação ambiental no Colégio Estadual do Campo Professor Eugênio de Almeida, no município de São Mateus do Sul.

Técnicos do Lama-UEPG ministraram palestras que abordaram temas relacionados à importância das árvores e da adequação ambiental de propriedades rurais, para alunos do 5º e 6º ano da escola. Durante a visita, também foi realizado no colégio o plantio de 21 mudas de árvores frutíferas pelos alunos da Escola do Campo e alunos do pré-infantil da Escola Municipal Ensino Infantil Fundamental Professora Apolina Staniszewski, com a monitoria dos alunos do primeiro ano do ensino médio da Casa Familiar Rural.

Todas as mudas foram produzidas e doadas pelo Viveiro Florestal do Colégio Agrícola Augusto Ribas, da UEPG, e estiveram envolvidos nas atividades 146 alunos, 10 professores e dois técnicos do Lama.

A professora Gisela Bueno Lazzari da Casa Familiar Rural, participou das atividades e destaca a importância de integrar os estudantes em ações como a plantação de mudas. “A atividade tem relação direta com o incentivo aos alunos de uma alimentação mais saudável. Essas são excelentes práticas, pois buscam despertar nas crianças a descoberta de novos sabores e sensações através das frutas nativas”, explica.

A Casa Familiar Rural de São Mateus do Sul desenvolve diversas atividades focadas na agroecologia através do projeto Plantando Educação e Pescando Agroecologia, patrocinado pela Petrobras e Governo Federal. Outras atividades realizadas pelo Lama-UEPG são financiadas pelo Centro Vocacional Tecnológico em Agroecologia (CVT), com recursos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e também pelo projeto Paraná Mais Orgânico, do Governo Estadual.

Atividades de educação ambiental como a desenvolvida pelo projeto Lama-UEPG na escola em São Matheus do Sul, buscam estimular a conscientização dos estudantes acerca dos problemas ambientais,além de ressaltar a importância da conservação dos recursos naturais.

Projeto segue agenda da ONU 2030 para o desenvolvimento sustentável

As atividades desenvolvidas pelos projetos são comprometidas com a agenda 2030 da ONU, no que diz respeito a preservação ambiental, mais especificamente os objetivos 13, 15 e 17 da agenda.

Objetivo 13: Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos

Objetivo 15: Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade

Objetivo 17: Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável