Farmácia Escola da UEPG fará dispensação de medicamentos para o SUS

A Farmácia Escola da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), em parceria com a Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa), passará a fazer a dispensação dos medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF) e/ou Elenco Complementar no município. Nesta quinta-feira (14), participaram da reunião de lançamento o reitor da UEPG Miguel Sanches Neto, o vice-reitor Everson Krum, o diretor da 3ª Regional de Saúde Robson Xavier, a Chefe de Seção da 3ª Regional de Saúde Mônica Valente Moro, a Chefe do Departamento de Farmácia Priscileila Colerato Ferrari e a Chefe adjunta do Departamento de Farmácia Patrícia Mathias Doll Boscardin.

Com a atividade, os acadêmicos do curso de Farmácia da UEPG poderão entrar em contato com este âmbito de atuação profissional, além de oferecer aos usuários destes medicamentos mais um ponto de dispensação de medicamentos do Sistema Único de Saúde (SUS). Também serão beneficiados com a parceria, os usuários cadastrados junto à 3ª Regional de Saúde de Ponta Grossa para recebimento dos medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica e/ou Elenco Complementar da Sesa, residentes no município de Ponta Grossa.

A iniciativa da Sesa de descentralizar a dispensação já é realidade no Estado e vem demonstrando melhoria do acesso pela população. A demanda por esses medicamentos é crescente, sendo que na Regional de Ponta Grossa houve aumento de cerca de 50% no número de pacientes cadastrados nos últimos três anos. De acordo com o diretor da 3ª Regional de Saúde, Robson Xavier, o bairro de Uvaranas é estratégico, visto que quase um terço da população de Ponta Grossa reside na região. “A parceria melhora a facilidade de acesso, devido à proximidade com a universidade, assim como contribui com a formação dos profissionais, farmacêuticos e farmacêuticas. Todo mundo ganha dessa forma”.

O diretor reforça, principalmente, o papel que a universidade tem desempenhado na região como parceira do poder público. “A cada necessidade que a comunidade ou a gestão pública apresenta, a universidade aparece como um ator importante, no sentido de contribuir”, afirma. Para a Chefe de Seção da 3ª Regional de Saúde, Mônica Valente Moro, o trabalho realizado pela reitoria da UEPG e pelo Diretor Robson Xavier foi muito importante para tirar a ideia do papel e fazer acontecer, tornando-a realidade. “Estamos felizes em contar com o curso de Farmácia da UEPG. Em função da pandemia, a nossa atenção acaba sendo dividida e os acadêmicos vão poder contribuir com a orientação aos pacientes sobre os medicamentos”, informa.

Segundo o reitor da UEPG, Miguel Sanches Neto, o convênio beneficiará todos os envolvidos. “Os acadêmicos vão ganhar experiência, com o auxílio dos professores, e haverá uma qualificação no atendimento da comunidade, no sentido de aumentar o número de profissionais que terão a oportunidade de manter contato direto com a população”.  Para o vice-reitor Everson Krum, “a cooperação permitirá que os acadêmicos de Farmácia coloquem em prática seus conhecimentos em benefício de usuários do SUS que dependem de medicamentos especiais. Desde a acolhida até a dispensação, é mais um serviço diferenciado da UEPG para a comunidade”, reforça.

Os atendimentos aos pacientes serão realizados por estagiários do último ano do curso de Farmácia, que serão supervisionados por docentes farmacêuticos. A professora Priscileila Colerato Ferrari, Chefe do Departamento de Farmácia da UEPG, afirma que o ganho para o curso é grande. “Os nossos alunos tinham acesso a medicamentos com componentes básicos e agora, terão a oportunidade de realizar o estágio nessa área, que com certeza será um diferencial para a formação deles”, finaliza.

 

Texto e fotos: Vanessa Hrenechen