Departamento de Jornalismo se manifesta contra assédio à estudante

O Departamento de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Dejor-UEPG) vem a público repudiar as manifestações machistas sofridas pela estudante Milena Oliveira, graduanda do terceiro ano do curso de Jornalismo, em episódio recente, no jogo realizado em Ponta Grossa, no Estádio Germano Krüger, no último dia 05. Na ocasião, a estudante realizava cobertura fotojornalística do evento, a partida entre Operário Ferroviário e Criciúma, jogo válido pela série B do Campeonato Brasileiro de Futebol.

O respeito ao exercício profissional do(a) jornalista é um direito a ser resguardado em todo e qualquer contexto, para todos e todas que atuam na área, independente de seu gênero ou qualquer outra condição. Assim, entendemos que é inadmissível a naturalização de qualquer tipo de assédio contra a mulher, dentro e fora do ambiente de trabalho.

Esperamos que as devidas providências sejam tomadas e que os responsáveis sejam punidos de acordo com a lei. Manifestamos ainda nosso apoio à estudante e nos posicionamentos em defesa do exercício da profissão livre de qualquer forma de constrangimento.

Ponta Grossa, 8 de novembro de 2019