UEPG Realiza Mutirão de Vacinação da Comunidade Acadêmica

Compartilhe

No dia 16 de outubro, a Universidade Estadual de Ponta Grossa promoverá, com apoio da Fundação Municipal de Saúde, um mutirão de vacinação da comunidade acadêmica. A campanha, sob coordenação das professoras de epidemiologia, Pollyanna Borges, e de Controle de Infecção, Dagmar Gaspar, permitirá que os estudantes, professores e servidores façam a conferência e complementação das vacinas faltantes.

A ação acontecerá no ambulatório do Centro e seguirá o calendário adulto, voltado ao sarampo, hepatite B, antitetânica, febre amarela e tríplice viral.  Para tomar a vacina é necessário levar a carteirinha, o cartão SUS e um documento com foto.

De acordo com recomendação da Pró-reitoria de Graduação, as coordenações de curso vão reforçar junto a professores e alunos a conscientização sobre a importância de verificar as imunizações realizadas.

“Vacinar é evitar que problemas como internações, sequelas e mortes possam acontecer. É uma proteção específica para enfermidades que podem ser prevenidas e não precisam acontecer mais com as frequências elevadas que tínhamos no século XX. Se podemos evitá-las, não faz sentido mantermos o comportamento de pouca atenção às vacinas”, afirma Pollyanna Borges.

Segundo a professora, “as doenças para as quais vacinamos podem tornarem-se graves. Mesmo quando higienizamos as mãos, alimentos e mantemos o ambiente em que vivemos limpo e arejado, isso não impede totalmente que muitas doenças infecciosas aconteçam. Portanto, quando mantemos a carteira vacinal em dia, estamos cuidando de nós, dos que amamos e também da sociedade. É uma ação cidadã que produz resultados para si, mas, contribui também para a coletividade”, explica.

Mutirão

Nos dias 1 e 2 de outubro a ação aconteceu no Campus Uvaranas juntamente com o ônibus da Prefeitura Municipal, quando profissionais de saúde realizaram a revisão das carteiras e a aplicação das vacinas necessárias.

A mobilização integra a campanha de incentivo à vacinação iniciada no dia 11 de setembro, uma das iniciativas da atual gestão do reitor Miguel Sanches Neto e vice-reitor Everson Krum voltadas à saúde da comunidade acadêmica.

A ação é importante para proteger o indivíduo e evitar que ele realize a transmissão de doenças às pessoas do seu convívio. Este ano, um dos focos de atenção da equipe é a imunização contra o sarampo, devido ao avanço dos casos no Brasil, em especial em São Paulo e no Paraná.

Texto: Vanessa Hrenechen


Compartilhe