Receita Federal doa 300 celulares à UEPG

A Receita Federal realizou, nesta quarta-feira (01), a doação de 300 celulares smartphones à Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Os aparelhos serão destinados aos estudantes que não têm condições de acesso ao ensino remoto.

Segundo o Delegado da Receita Federal em Ponta Grossa, Demetrius de Moura Soares, a Receita vem adotando uma série de medidas para mitigar os efeitos da pandemia. “São diversas ações como, por exemplo, na área tributária com o adiamento da data de pagamento de tributos e com a redução de alíquotas de IPI, mas também na área de fiscalização aduaneira e repressão ao contrabando e descaminho na qual essa doação se insere”, conta. Com a destinação dos aparelhos, que têm valor total estimado em R$330 mil, a Receita Federal pretende contribuir com a UEPG para que os alunos da instituição tenham igualdade de condições. “É um privilégio poder fazer parte desse momento histórico para a universidade”, afirma Soares.

Para o reitor da UEPG, Miguel Sanches Neto, a Receita Federal, que é uma parceira histórica da universidade, mostra com as doações que acredita nas instituições públicas brasileiras e que acredita no ensino. “Neste momento de pandemia, os equipamentos irão permitir que os nossos alunos com menor acessibilidade à internet possam ter atividades remotas. É a demonstração de uma parceria sólida entre duas instituições que são voltadas para beneficiar o maior número de cidadãos”, reforça.

Relembre

O Conselho Universitário, reunido de forma on-line na última terça-feira (30), aprovou a resolução que regulamenta a retomada dos calendários da UEPG, com atividades remotas curriculares obrigatórias a partir de 20 de julho e retorno das aulas presenciais a partir de fevereiro de 2021.

A instituição vem trabalhando desde o início do isolamento social para oferecer aos estudantes condições técnicas de acesso às atividades. Além da estrutura já existente nos campi e polos de educação a distância, a instituição ofertará 188 notebooks, além dos 300 aparelhos de celular que foram doados pela Receita Federal, com pacote de dados 4G.

De acordo com as professoras Ione da Silva Jovino, Pró-reitora de Assuntos Estudantis, e Cristiane Gonçalves de Sousa, Diretora de Ações Afirmativas e Diversidade, cerca de 190 dos estudantes consultados solicitaram alguma ajuda, como créditos para internet; empréstimo de notebooks; tablets, celulares ou acesso a laboratórios de informática da UEPG.

O professor Ivo Mottim Demiate, Pró-reitor de Assuntos Administrativos, conta que a Universidade investiu R$ 186 mil na compra de 38 notebooks. “Os equipamentos ficarão no Núcleo de Tecnologia de Informação (NTI) para que, conforme indicação da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis (Prae), sejam destinados aos estudantes que necessitem”, explica. Além disso, também serão disponibilizados os computadores dos laboratórios e a rede wireless de internet da instituição para os estudantes que precisam de apoio tecnológico.

 

Texto: Vanessa Hrenechen e Luciane Navarro    Foto: Vanessa Hrenechen