Docentes e reitoria dialogam sobre infraestrutura do mestrado em Direito

Nesta sexta-feira (07), docentes do curso de Direito da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) se reuniram com a reitoria da instituição para discutir questões relacionadas à infraestrutura do mestrado em Direito, aprovado recentemente pela Capes. Segundo o cronograma, o curso deve lançar o edital de seleção até o início de 2021.

De acordo com o docente e diretor do setor, Vanderlei Schneider de Lima, “o objetivo é dialogar sobre a nossa demanda estrutural para que possamos viabilizar essa conquista histórica do curso de direito e de toda a comunidade universitária. O mestrado na área é uma construção de décadas dentro do próprio curso de direito”.

“Agora, começa uma etapa muito importante que é colocar em prática tudo aquilo que foi sonhado”, diz Lima. De acordo com o professor, os próximos passos, após mapear as possibilidades estruturais, será nomear uma comissão para o curso que represente os departamentos de direito.

A comissão será responsável por realizar os encaminhamentos internos, acompanhar a conclusão do trâmite do projeto e trabalhar no processo de escolha da coordenação do mestrado, com a orientação da Propesp. “A expectativa do cronograma é que, após superada essas etapas e respeitadas todas as normativas, seja lançado um edital de seleção até o final do ano, no mais tardar até o início de 2021”, explica Lima.

Relembre

A aprovação pela Capes do Mestrado Profissional em Direito ocorreu no final de maio de 2020. A proposta foi elaborada por uma comissão formada pelos professores Dirceia Moreira, Dirce Pereira, Kleber Cazzaro, Zilda Consalter e coordenada pelo Professor Eliezer Gomes da Silva.

A autorização representa uma conquista histórica para os docentes e acadêmicos da UEPG. “A reitoria parabeniza todos os envolvidos no mestrado, que será um presente para os profissionais de direito da região e do Estado. É um reconhecimento da trajetória histórica deste curso”, afirma o reitor Miguel Sanches Neto. Para o vice-reitor, Everson Krum, “essa é a coroação de um grande trabalho no jubileu de ouro do Curso de Direito na Universidade de Ponta Grossa. Fruto do árduo trabalho de professores e pesquisadores. Temos a certeza que iremos proporcionar mais um curso de pós-graduação de qualidade que é marca da UEPG. Todos estão de parabéns”.

O professor e diretor do Campus de Telêmaco Borba, Kleber Cazzaro, lembra que essa é uma demanda antiga dos profissionais da área. “Os professores do departamento celebram a conquista. A comemoração de hoje é do curso de direito, que tem mais de 50 anos e apresentava essa necessidade. Quem ganha é a região dos Campos Geais, que tem vários formados na área. Por isso, demanda que se prevê para o mestrado é grande”. Conforme Cazzaro, agora o desafio é fazer o curso chegar nos níveis de qualidade e eficiência que os docentes desejam. “A UEPG tem essa qualidade e condição. Eu, como aluno que fui da UEPG e como professor que sou neste momento, estou empenhado e espero que quando o curso vier a ser avaliado, nós possamos comemorar”, finaliza.

Texto e fotos: Vanessa Hrenechen