Alunos de Artes Visuais realizam exposição em Castro

O Coletivo 58, formado por alunos do último ano do curso de Licenciatura em Artes Visuais da UEPG, realiza a exposição  “Identidade da Linha”, na Casa da Cultura Emília Erichsen, em Castro-PR. A exposição, que iniciou na quinta-feira (12) e encerra em 11 de outubro, reúne desenhos, desenvolvidos a partir das relações entre os conceitos de identidade e memória.

O curador da exposição é o professor Renato Torres, e participam os alunos Carlos Ferro, Luis Hiruma, Matheus Guilherme, Mayara Gomes, Murilo Antonio Ribeiro, Rhariely Porto e Vagner Magri. Como conta o professor Renato, que é coordenador do Espaço Permanente de Produção em Artes Visuais (Grupo Grimpa), a exposição pensa o desenho integrado à cultura e se concentra na linha como elemento mais significativo.

“A “Identidade da linha” propõe discussões que partem de percepções do cotidiano, simbologias e de memórias coletivas”, destaca o curador. Repleta de simbologias, a exposição utiliza a linha como elemento que integra as ideias de identidade e de memória. “A exposição “Identidade da linha” percorre caminhos inusitados, nos quais os artistas reelaboram o mundo a sua volta. Assim, para além de uma mostra intimista, as obras tratam de questões latentes na sociedade, estimulando um movimento reflexivo e indagador”.

Texto: Aline Jasper