Sábado, 20 de julho de 2019

« voltar

10/04/2019 - 13h51 / Atualizada 10/04/2019 - 15h06



Pesquisa desenvolvida na UEPG ganha prêmio internacional


Estudo é realizado no Laboratório de Biologia Molecular Microbiana (LABMOM), em parceria com o Laboratório de Fertilidade do Solo


por Afonso Ferreira Verner

Uma pesquisa realizada na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) foi premiada na XXIX Reunião Latinoamericana de Rizobiología (RELAR), realizada de 01 a 05 de abril, em Puerto Varas, no Chile - a iniciativa é uma das principais ações entre os eventos internacionais sobre microbiologia do solo e interação planta-bactéria. A pesquisa premiada é desenvolvida pela doutoranda Salomé Urréa Valência, aluna do Programa de Pós Graduação em Agronomia da UEPG e foi premiada como o melhor trabalho do evento.

Intitulada “Effects of nitrogen addition and bacterial inoculation on abundance of nitrogen fixing and denitrifying genes in a long-term continuous no-till system”, a pesquisa está sob orientação da professora Dra. Carolina Weigert Galvão e sob co-orientação do Prof. Dr. Eduardo Caires. O estudo foi realizada no Laboratório de Biologia Molecular Microbiana (LABMOM, http://sites.uepg.br/labmom/) em parceria com o Laboratório de Fertilidade do Solo.

Também participaram da pesquisa premiada o professor Dr. Rafael Etto, do Programa de Pós-Graduação em Computação Aplicada e também do programa em Biologia Evolutiva, e os estudantes Laís Karas, Daniel Potma, Willian Takahashi e Daiane Hyeda, do LABMOM, e Angelo Bini, do Laboratório de Fertilidade do Solo.

A pesquisa intitulada “For how long can be azospirillum brasilense abv5/abv6 detected in the field crops after inoculation?”, desenvolvida no LABMOM também concorreu ao prêmio de melhor trabalho do evento.

Trabalho interdisciplinar e reconhecimento

Segundo a professora Carolina, vice coordenadora da PPG em Agronomia e coordenadora do LABMOM, o prêmio é o resultado de um trabalho de pesquisa interdisciplinar, uma vez que envolveu professores do Departamento de Biologia Estrutural, Molecular e Genética (DEBIOGEM), do Departamento de Química (DEQUIM), do Departamento de Solo e Engenharia Agrícola (DESOLOS), além de alunos dos cursos de Biologia, Farmácia e Agronomia da UEPG.

Carolina destaca ainda que em 2016, outra pesquisa do LABMOM, também de caráter interdisciplinar, ganhou o prêmio de melhor trabalho na XXVII RELAR, com a pesquisa intitulada “Metagenomic analysis of diazotrophic bacteria from high-elevation grasslands soils of the parana state”.

“Esse prêmio foi importante para o reconhecimento internacional das pesquisas do LABMOM e contribuiu para a internacionalização da UEPG, uma vez que diversas parcerias de pesquisas com universidades internacionais foram firmadas desde então”, conta a professora Carolina.

Agricultura sustentável

A importância das pesquisas do LABMOM para o desenvolvimento de uma agricultura mais sustentável, em especial, a compreensão da interação da bactéria Azospirillum brasilense com as culturas de milho, trigo, feijão, soja, cevada, aveia etc, foi ressaltada durante o evento pelo presidente da Associação Nacional dos Produtores e Importadores de Inoculantes (ANPII), José Roberto Pereira de Castro.

Durante o evento, os professores Rafael Etto e Carolina Galvão foram presenteados com o livro “Caminhos, Escolhas e Conquistas” do autor Solon Cordeiro de Araújo, consultor da ANPII e um dos pioneiros da inoculação no Brasil. O presente foi um reconhecimento à dedicação dos professores à pesquisa de inoculantes na agricultura brasileira.

O que é o LABMOM e quem são seus apoiadores

O LABMOM é um laboratório de pesquisa, ensino e extensão, situado no Bloco M, e esta credenciado na Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), e no Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Atualmente o LABMOM permite o estágio de estudantes de mais de 10 cursos de graduação e fornece infraestrutura e auxilia na pesquisa de 8 Programas de Pós Graduação da UEPG. Além disso, possui parceria científica com mais de 15 institutos de pesquisas nacionais e internacionais. Os seus projetos são financiados pelo CNPq, CAPES, INCT, Fundação Araucária e Petrobrás. Para mais informações acesse: http://sites.uepg.br/labmom/.

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2019 - Núcleo de Tecnologia de Informação - UEPG