HISTÓRIA DO FESTIVAL

A Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG, realiza desde 1973, o Festival Nacional de Teatro - FENATA. Esse evento tem ocorrido de forma ininterrupta desde então, caracterizando-se como um dos mais antigos festivais de teatro do país. Historicamente, tem congregado representantes de diversos estados da federação, com grupos participando em categorias competitivas e não-competitivas.

O primeiro FENATA aconteceu no período de 03 a 10 de novembro de 1973 nas dependências do Auditório da Reitoria, sendo que no dia 07 de novembro o reitor Álvaro Augusto da Cunha Rocha noticiou, perante o público que lotava o Auditório, o reconhecimento da instituição como Universidade, pelo Conselho Federal de Educação, e disse que de certo modo “A Universidade Estadual de Ponta Grossa nascia, institucionalmente, sob o signo do Teatro”.

Desde então o Festival ocorre no mês de novembro, fazendo parte do calendário de atividades da Divisão de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais da Universidade, atingindo não apenas a cidade de Ponta Grossa, mas também municípios de toda a região dos Campos Gerais e grupos de todo o Brasil.

Em seu histórico o FENATA conta com a participação de mais de 1500 grupos de teatro de várias regiões do país e nomes como Paschoal Carlos Magno, criador do Teatro do Estudante Brasileiro, Henriette Morineau, Bibi Ferreira, Grande Otelo, Lucélia Santos, Ary Fontoura, Paulo Autran, Humberto Magnani, Rosamaria Murtinho, Luiz Fernando Guimarães Tânia Bondezan, Odilon Wagner e Denise Stoklos. Também contribuiu na revelação de nomes como Ulysses Cruz, Cássia Kiss, Jorge Fernando, Marcos Winter, João Falcão e Licurgo Spínola, promovendo, dessa forma, um intercâmbio cultural de grande impacto para a região e seus participantes.

OBJETIVO GERAL DA UEPG
• Realizar o FENATA – Festival Nacional de Teatro em Ponta Grossa – PR, promovendo o encontro de grupos teatrais, debatedores, pesquisadores e profissionais da área teatral de várias regiões do Brasil, bem como intensificar o debate público e ampliar as discussões sobre a realização artística teatral e seus desdobramentos sócio-político-culturais.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Estimular o desenvolvimento, o crescimento e a pratica formativa, técnica e artística dos grupos e artistas participantes, direta e indiretamente.
• Ampliar e estimular a formação de uma platéia com senso crítico na apreciação das artes cênicas, compartilhando com a população as atividades culturais da região, facilitando o acesso através de espetáculos com preços simbólicos e também gratuitos, oferecendo espetáculos de qualidade artística comprovada em todo país, através de seleção detalhada e profissional, tornando o fazer teatral acessível ao maior número de espectadores em toda a região.
• Valorizar e ampliar o potencial físico, mental e espiritual dos grupos, assim como a função social do artista, da arte teatral e das artes em geral, através do desenvolvimento artístico e técnico dos grupos, dos artistas e público em geral.
• Proporcionar à comunidade em geral a participação e o acesso ás artes cênicas através de espetáculos em diversas localidades onde normalmente não são apresentados e de forma gratuita.
• Possibilitar à classe artística em geral a revelação de novos talentos, como diretores, atores, atrizes, cenógrafos, figurinistas, artistas plásticos, coreógrafos, músicos, sonoplastas etc. tão necessários à continuidade do próprio fazer teatral e às Artes.
• Atender a maior variedade de grupos teatrais de diversos Estados do país, possibilitando uma representatividade nacional e um mapeamento do que está se fazendo, as tendências, as pesquisas os caminhos e a evolução do próprio fazer teatral em todos os seus níveis.
• Orientar e elucidar os grupos e a própria plateia com debates após as apresentações com a participação de profissionais de comprovada relevância nas artes cênicas nacionais, onde serão abordados e comentados todos os itens que compõem um espetáculo teatral, a sua conexão com a plateia, orientando sobre o que pode ser modificado ou melhorado e também abrindo para a participação do público comum.

Além das apresentações em Teatro, desde o ano de 2003 o FENATA tem realizado várias apresentações especiais, como por exemplo na APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais); Hospital da Criança; Grupo Sentinela, do Departamento da Criança e Adolescente da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa; grupos do Serviço de Obras Sociais e AABB; CMEIs (Centros Municipais de Educação Infantil); Recanto Mamãe Dolores; APACD (Associação Pontagrossense de Assistência à Criança com Deficiência); APROAUT (Associação de Proteção ao Autista); entre outras instituições, onde portadores de necessidades especiais e carentes tem a oportunidade de assistir a espetáculos de qualidade, dando continuidade, assim, a um trabalho iniciado no 31º FENATA, pelo Grupo Teatral de 4 no Ato, da cidade do Rio de Janeiro - RJ.

Também é realizada a mostra paralela com grupos teatrais da região, incluindo apresentações em outras cidades dos Campos Gerais. Estes espetáculos levam o teatro a espaços de empresas, salões paroquiais, presídios além de espaços culturais como o Auditório da Reitoria, espaço Chic-Chic do SESC entre outros. Em 2009 criou-se a categoria espaço alternativo, que a partir de 2011 passou a ser chamada de “Às Dez em Cena”.

O público adulto tem prestigiado o evento na categoria espetáculos para adultos. Esta categoria era realizada no Auditório da Reitoria até o ano de 2005, com espaço para 350 espectadores sentados. A partir do ano de 2006 as apresentações passaram a ser realizadas no Cine Teatro Ópera, espaço para 698 espectadores sentados, sendo que essa capacidade permitiu uma maior expansão do evento com aumento de público.

O FENATA tem como objetivo, além de promover o debate sobre o fazer artístico por meio da reunião de grupos de teatro de vários estados, de propiciar os elementos para a formação de um público para o teatro. Para tanto, as apresentações voltadas para o público infantil são realizadas com entrada franca e recebem um grande público com a participação das crianças. As escolas da rede municipal, rede estadual e particular são convidadas a levar os alunos para apresentações agendadas.

Assim, o FENATA vem atingindo seus principais objetivos, incentivando a criatividade artística e proporcionando o espaço para que novos talentos possam apresentar seus trabalhos e contribuir para o desenvolvimento e aperfeiçoamento das artes cênicas. Com a oportunidade de convidar profissionais de expressão nacional para compor o júri, tanto quanto para promover palestras e oficinas, pode-se providenciar uma perfeita integração entre o saber estabelecido e profissional, com grupos e artistas em fase de formação prática, provocando assim um fortalecimento das linguagens e o debate sobre o fazer artístico nacional.

O ano de 2012 foi especial para o Festival, devido as comemorações de seus 40 anos. Somente nesse ano, nos espetáculos para crianças, somando-se os espetáculos do teatro de bonecos e a mostra especial, atingiu-se um público de 28.891 espectadores. A mostra de espetáculos de rua, criada em 2003, além de receber um público crescente, colabora também com a divulgação do evento, uma vez que as pessoas que circulam ou param no entorno da apresentação, recebem um livreto com a programação de todo o festival. Na mostra especial, o 40º FENATA, contou com 167 apresentações dos espetáculos “O Cravo e a Rosa”, “Teatro em Cordel”, “Berinjela: A Regente”, “O Encontro”, “Histórias Contadas... Histórias Cantadas”, “Dois São Jorge Brigando por um Dragão”, Temos Uma História Para Você”, “Quem é o Rei?” e “Humor em DH – Stand Up Comedy” em CMEIS – Centro Municipal de Educação Infantil, Escola Públicas Municipais e Estaduais, Escolas Particulares, Penitenciária, UTFPR, Terminal Central, Jocum – Jovens com uma Missão, SESC, Lar das Vovozinhas, Centro da Pastoral da Juventude, Casas de Idosos, CAPS, Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente – CAIC, Toca das Corujinhas, APAE, APROAUT, LBV, entre outros.
A edição de 2012 foi realizada no período de 06 a 14 de novembro.

Dessa forma, o FENATA pretende manter seu ideal de incentivar a criatividade artística de cada participante através do exercício e da prática da arte cênica e das artes correlatas a esta. Neste sentido, para o crescimento e o aperfeiçoamento do Festival, busca-se uma constante melhoria, principalmente no trans-evento, quando os debates após apresentações apontam pontos fortes e fracos não apenas dos grupos, mas também da infra-estrutura, equipamentos e serviços disponibilizados para estes. Os jurados, críticos e curadores da última edição do evento apresentaram opiniões técnicas sobre os espaços e aparelhagem disponibilizados pela organização do evento, no sentido de aprimorar sua programação.

Em suas últimas edições o FENATA vem registrando um crescimento médio quantitativo de público, devido ao aumento, tanto no número de apresentações, quanto na proporção de espectadores por peça. Um dos marcos do festival na 43ª Edição foi a reabertura do espaço Auditório da Reitoria da UEPG, berço do festival, com o espetáculo convidado Borderline. O crescimento do festival é qualitativo, mesmo com a redução de público dado na última edição, devido ao cancelamento do grupo que faria a divulgação que antecederia a abertura.

Dados - Edições Anteriores

ANO PÚBLICO Grupos Inscritos Grupos Selecionados Peças Apresentadas Premiados Relatório
2001 3.400 - - - 29º Fenata -
2002 5.830 - - - 30º Fenata -
2003 6.430 - - - 31º Fenata -
2004 7.030 - - - 32º Fenata -
2005 7.780 - - - 33º Fenata -
2006 9.597 - - - 34° Fenata -
2007 10.834 - - - 35° Fenata -
2008 13.290 - - - 36° Fenata -
2009 20.137 - - - 37° Fenata -
2010 25.061 - - - 38° Fenata -
2011 27.771 - - cat39 39° Fenata -
2012 35.156 132 41 cat40 40° Fenata -
2013 32.960 190 33 176 41° Fenata Relatório Geral 41º
2014 34.007 117 34 166 42º Fenata Relatório Geral 42º
2015 25.210 507 39 135 43º Fenata Relatório Geral 43º
2016 32.227 234 36 171 44º Fenata Relatório Geral 44º
2017 - 222 39 199 45º Fenata  

 

 

Resumo do Festival
https://www.youtube.com/watch?v=3HSKjOUf36w


 

Videos de edições anteriores

https://www.youtube.com/watch?v=Ly3w_tFDeZQ
https://www.youtube.com/watch?v=LFCvecu0VkA
https://www.youtube.com/watch?v=ZeiIHZ_3nv8
https://www.youtube.com/watch?v=cYw6w4Ieswo
https://www.youtube.com/watch?v=EbLpGgIIac8

 

44º FENATA - NOTÍCIAS 2016

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   

 

voltar