Vila Velha, geologia e geomorfologia

 
notável conjunto de esculturas naturais em arenito, situadas no Parque Estadual de Vila Velha, no Município de Ponta Grossa. As esculturas naturais, em número de quase uma centena, distribuem-se por um platô topográfico (morro testemunho) muito desfeito pela erosão("relevo ruiniforme"), com extensão de cerca de 10 hectares e altitude máxima de pouco mais de mil metros. Têm altura média em torno de 10 metros, e recebem denominações de acordo com o imaginário popular (Taça, Camelo, Gavião, Esfinge, Baleia, Tartaruga, etc.). Os arenitos que constituem as esculturas são da porção inferior do Grupo Itararé, de idade carbonífera superior (FRANÇA et al. 1996), ou seja , formaram-se cerca de 300 milhões de anos atrás. Caracterizam-se pela coloração avermelhada, em conseqüência de marcante cimentação por óxidos de ferro (Arenito Vila Velha). A elaboração das esculturas é um fenômeno muito mais jovem que a formação dos arenitos. Elas resultam de processos erosivos de idade cenozóica, isto é, atuantes durante as últimas dezenas de milhões de anos da história da Terra. Tais processos erosivos compreendem sobretudo a ação das águas pluviais e de infiltração, combinada com a ação de organismos e da energia do sol, e que sofrem influência das estruturas da rocha (estratificação sedimentar, fraturas, falhas) e dos diferentes graus de cimentação natural (MELO et al. 1996). A ação do vento não foi significativa na elaboração das formas erosivas. Vila Velha é um centro de atração turística, tendo recebido, nos anos 90, cerca de 150 mil visitantes por ano. (Mário Sérgio de Melo)

Palavras-chave: Parque Estadual de Vila Velha, Arenito Vila Velha, Grupo Itararé.

Referências bibliográficas:
FRANÇA, A.B.; WINTER, W.R.; ASSINE, M.L. 1996. Canais/lobos subaquosos sobre a superfície discordante pré-carbonífera: o exemplo dos arenitos Lapa-Vila Velha, Bacia do Paraná. In: SIMPÓSIO SUL AMERICANO DO SILURO-DEVONIANO, Ponta Grossa, 1996. Anais... Ponta Grossa, PMPG/UEPG/UFPR, p.101-106.
MELO, M.S. & COIMBRA, A.M. 1996. Ruiniform relief in sandstones: the example of Vila Velha, Carboniferous of the Paraná Basin, Southern Brazil. Acta Geologica Hispanica, v.31, n.4, p.25-40 (publicado em 1999).