Ewy, Otto

 

Nasceu no dia 21 de fevereiro de 1908, em Ponta Grossa, filho de Jacob e Dorotheia Ewy. Aos 11 anos começou a trabalhar como aprendiz de confeiteiro na padaria Glória, de propriedade da família Voigt. Em 1924, simultaneamente com o ofício de confeiteiro, começou a trabalhar na Agência do Correio, onde permaneceu até 1949. No dia 20 de novembro de 1931, casou-se com Catharina Traleski, com quem teve quatro filhos. Trabalhou também na Padaria de Miguel Bahly e, posteriormente, em restaurante de sua propriedade que ficava no Clube Princesa dos Campo, onde permaneceu até 1944. Era também um exímio jogador de boliche, conquistando para o Clube Princesa dos Campos duas medalhas de ouro e uma de prata. A partir de 1946 passou a especializar-se em iguarias, principalmente em empadas, e em 1978 implantou um moderno sistema de panificação em Ponta Grossa. Faleceu no dia 22 de janeiro de 1988, aos 79 anos. (Rosemeri Leane Knebel)

Palavras-chave: Ponta Grossa; nome de rua.

Referências Bibliográficas:
Nominação de ruas e avenidas: biografia dos homenageados. Ponta Grossa: Secretaria de Administração e Negócios Jurídicos, 1988.