Dique

 

Corpo intrusivo de rocha magmática de forma tabular, discordante (não paralelo com a estrutura da rocha encaixante), preenchendo uma fenda (fratura) aberta em outra rocha preexistente. Suas dimensões podem variar desde alguns centímetros até muitas dezenas de metros de largura e comprimento de até centenas de quilômetros. Nos Campos Gerais, são comuns os diques de diabásio. As atividades que os geraram ocorreram no Mesozóico (cerca de 130 milhões de anos), quando da fragmentação do antigo continente Gondwana e arqueamento da crosta terrestre ao longo do Arco de Ponta Grossa. (Heracto Kuzycz Assunção)

Referências Bibliográficas:
AMARAL, Sérgio Estanislau do; LEINZ, Viktor. Geologia Geral. Editora Nacional, São Paulo, 9ªed.,1985.