Colégio Estadual Senador Correia

 

No início da Segunda década do século XX, o governo instala a primeira escola pública de Ponta Grossa, denominada Grupo nº 2, criada pela Lei nº 1201 de 28 de março de 1912. Esta escola nasceu da fusão de duas outras escolas isoladas, localizadas no centro da cidade, sendo oficialmente reconhecida em 18 de maio de 1912, com a denominação de " Casa Escolar Senador Correia". O prédio da Casa Escolar Senador Correia possuía 5 salas de aula, a sala da direção e uma pequena sala para as demais atividades. A primeira diretora da Escola foi a professora Luzia Fernandes. O nome da Escola deu-se em homenagem a Manoel Francisco Correia, homem que exerceu vários cargos públicos no Estado do Paraná, inclusive o de Senador. Em virtude disso, foi considerado o Patrono da Escola: "SENADOR CORREIA". Atualmente o Colégio Estadual Senador Correia vem sendo administrado pelas professora Maria Marques de Souza, auxiliada por Carmen Lúcia Hernandes Vieira e Mari Ester Nascimento de Britto. Possui 1250 alunos assim distribuídos: 5ª a 8ª séries e classe de reforço pela manhã, 1ª a 5ª séries e classes especiais à tarde e Ensino Médio - EJA no período noturno. O Colégio sempre esteve aberto ao público estudantil de Ponta Grossa, visto que seus alunos são oriundos de vários bairros do município, principalmente da classe trabalhadora. (Vera Lucia Pereira da Silva).
Referências Bibliográficas:
HOLZMANNN, Guísela V. F. Ponta Grossa: edição histórica. Curitiba : Requião, 1975; LUPORINI, Teresa Jussara. Escola Estadual Senador Correia: pioneira da instrução pública em Ponta Grossa. Ponta Grossa : Planeta, 1987.

Palavras-chaves: Ponta Grossa, ensino, escola