Albuquerque, Carlos Cavalcanti de

 

Nasceu no Rio de Janeiro no dia 22 de março de 1864. Cursou a Escola de Guerra da Praia Vermelha, formando-se engenheiro militar e bacharel em Ciências Físicas e Matemáticas. Atingiu o generalato. Foi Chefe de Gabinete do Ministro da Guerra e da Administração do Exército, Chefe do Estado Maior da 1a Região Militar e comandante do 1o Regimento de Infantaria da Vila Militar. Em 1891 estreou na política elegendo-se Deputado Constituinte no Paraná, sendo reeleito em 1892, 1897 e 1899. Em 1900, elegeu-se Deputado Federal, sendo reeleito em 1902. Na Câmara Federal, priorizava a defesa dos direitos do Paraná sobre o território do Contestado. Em 1910 renunciou ao seu mandato em protesto à aprovação do orçamento federal, que autorizava o Estado de Santa Catarina a construir uma estrada de ferro em território considerado do Contestado. Em 1911, foi eleito Presidente da Província do Paraná. Em seu governo ocorreu a Guerra do Contestado. Durante o seu mandato auxiliou na criação da Universidade do Paraná, concedendo-lhe auxílio financeiro e exercendo o cargo de professor efetivo na Escola de Engenharia. Após deixar o Governo do Estado foi eleito Senador da República, quando defendeu a criação da aviação como aram de Guerra do Exército Nacional. Faleceu no Rio de Janeiro a 23 de fevereiro de 1935, sendo enterrado em Curitiba. ( Rosemeri Leane Knebel )

Referências Bibliográficas:
Dicionário Histórico-biográfico do Paraná. Curitiba: Chain/Banestado. 1991.